Pages

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Direito e Cidadania


Na  sexta feira passada dia 31/01/2014 precisei utilizar o caixa eletrônico do Banco do Brasil. Por volta das 16:00h quando cheguei havia algumas pessoas e informaram que a máquina estava quebrada. Também fiz algumas tentativas e constatei. Não foi possível usar. Verifiquei que na tela constavam vários telefones 0800, Usando o celular achei até que não seria atendido, mas na segunda tentativa fui muito bem atendido e a senhorita  indicou que nestas condições, deveria  ligar para outro numero 0800.


Prossegui, o rapaz que me atendeu anotou tudo e informou o numero da ocorrência 27703100 e que o prazo para a resposta seria dia 07 fevereiro 2014. Reclamei que seria muito tempo para esperar, mas insisti e solicitei que acrescentasse mais duas perguntas:

     1) Qual a previsão da troca da máquina? Muito antiga, parte do visor estar quebrado  e  que constantemente apresenta problemas e a população de 13 mil pessoas da Cidade de Upanema-RN  depende dela.
      2) Qual a agencia do BB é responsável pela manutenção, conserto e abastecimento desta máquina?

Não votei ao caixa eletrônico nestes últimos dias.  Não sei o que ocorreu se já consertaram, mas hoje recebi o seguinte e-mail:



Prezado Sr. Jose Mario,

Em atenção à sua manifestação, registrada no Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC BB, sob nº 29703100, informamos que foram tomadas as providências necessárias à manutenção corretiva do terminal 72553 localizado PM-UPANEMA-R.JOAO FRANCISCO,90.


Prestadas essas informações, reafirmamos nosso compromisso com o melhor atendimento e permanecemos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos que se fizerem necessários, por meio de sua agência de relacionamento, em horário de atendimento ao público, ou pelos demais canais:


 Central de Atendimento (saldos, extratos, cartões, pagamentos, transferências, resgates e outras transações bancárias, elogio e sugestão) - 4004 0001 ou 0800 729 0001 - atendimento humano, nos dias úteis, das 7h às 22h, e autoatendimento, 24h, todos os dias da semana;


 SAC - Serviço de Atendimento ao Consumidor (informações, dúvida, reclamação, suspensão ou cancelamento de contratos e de serviços) - 0800 729 0722, 24h, todos os dias da semana;

Portal BB - www.bb.com.br;

Ouvidoria BB, para situações não solucionadas pelo atendimento habitual - 0800 729 5678 - em horário comercial - das 8h às 18h - de 2a a 6a feira, exceto dias não úteis;

Para deficientes auditivos ou de fala - 0800 729 0088.

Atenciosamente,

Elizabete R. do Vale

Assistente

Ocorrência Nr.:         29703100

  Para novo contato, acesse a página do Banco do Brasil - Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC, ou telefone para 0800.729.0722 Ouvidoria BB 0800.729.5678 Deficientes auditivos ou de fala - 0800.729.0088


Agradeço a atenção do Banco do Brasil. Muito prestativo atendeu antes do prazo, o e-mail, que seria dia 07 fevereiro 2014, mas não informou quando a maquina voltou a operar, ou seja,  faltaram  as outras respostas. Diante disso respondi ao e-mail com o seguinte conteúdo:

  Prezada Elizabete.

  Obrigado pela presteza. Mas faltou informar:

1- Qual o dia e hora que o terminal voltou a funcionar?
2- Na ocorrência 29703100 solicitei  mais 02 informações que o atendente informou que havia acrescentado e não fui atendido.
   a) Qual a previsão da troca da máquina? (muito antiga- parte do visor quebrado) que constantemente apresenta problemas e a população de 13 mil pessoas da Cidade de Upanema-RN  depende dela.
   b) Qual a agencia do BB é responsável pela manutenção, conserto e abastecimento desta máquina?

Sds.
José Mário


Nota do Blog:    (1) Primeira lição – precisamos usar os canais legais, neste caso o 0800.  Mesmo não atendendo totalmente, pelo menos o Banco se manifestou.

                       (2) Segunda lição – O banco e seus representantes  precisam tomarem conhecimento da importância deste caixa para o município e a população de Upanema. E provavelmente  a melhor maneira deles enxergarem é cada  cidadão quando se sentir prejudicado reclamar.  Afinal de contas, pagamos taxas e impostos muitos caros pelo que recebemos.


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Parabéns

Parabéns Janari , você é fera 2014 - Direito UFRN 

Nossa família esta feliz pela conquista. Agradecemos primeiro a Deus e a todos que contribuíram com você, desde a sua primeira professora no maternal  aos últimos do ano que passou. Aos familiares, parentes e amigos   que lhe deram forças e lhe apoiaram neste objetivo.  Que Deus lhe guie neste novo desafio. Parabéns!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Um ano sem TV

Estamos chegando ao fim de dezembro, nossa cidade completará um ano sem o sinal de TV que, diariamente retransmitia uma hora de programação voltada para o Município de Upanema.  Das 11:00 as 12:00 h revezávamos com programas religiosos, aniversários, eventos, festas, educação e futebol. Sem contar com a grade comercial, representada pelos mais variados comércios.
A transmissão dos campeonatos, as entrevistas com as pessoas nas festas e eventos. Os programas religiosos, as opiniões dos jovens estudantes e universitários e a programação cultural desapareceram. As homenagens, as criticas, os elogios, o debate e as ideias também sumiram.
Nossa Cidade ficou sem voz.

Reprodução: Edição 92 - Jornal de Upanema - Dez 2013 - coluna - José Mário

sábado, 9 de novembro de 2013

A quem reclamar?

Estamos vivendo um problema serio com a falta d’água em nossa cidade nos últimos dias.  Todos sabem que é em decorrência na melhoria da BR 110. Muito bom, a estrada vai ficar com acostamento para que a população possa caminhar e de um modo geral vai trazer mais segurança para quem trafega.  Mais há necessidade de se tomar providencias. A Caern não pode deixar um equipamento de plantão para resolver a toda hora a quebra de canos.  E a população não pode ser penalizada pela falta d’água.  Acredito que já estar na hora das autoridades do Município agirem. No mínimo, precisa ser assunto na pauta das próximas reuniões da câmara Municipal. 

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Novo Bairro

Com o asfalto pronto e sinalizado da BR 110. Nossa Cidade parece mais um bairro de Mossoró.


Saindo de Upanema para Mossoró ou vice versa se gasta praticamente trinta minutos. O mesmo tempo que os moradores dos bairros mais afastados gastam se deslocando para o centro da terra do sal.

sábado, 17 de agosto de 2013

RN sem rumo

A cada eleição o nosso Estado fica mais pobre de políticos que pensem no futuro de um Estado tão rico como o nosso. Basta ver nos últimos anos o que os políticos fizeram por Natal e agora pelo Estado.  

Acompanhe no portal Uol

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Aguardar para ver? Ou ver para aguardar?

Qual o interessa da Rede Globo nos movimentos atuais espalhados pelo Brasil?  Qual o motivo da rede Globo suspender três novelas em um mesmo  dia para permanecer mostrando os movimentos ao vivo.

Pergunta que não quer calar: Qual o quarto poder neste pais?   


domingo, 23 de junho de 2013

Coisa de Brasil

Movimento e pichação
Desde jovem me chama atenção nas Cidades aquelas pichações em prédios. O que se percebe sempre é que as pichações estão nos lugares mais altos e de difícil acesso em patrimônios públicos e privados, passa a ser quase normal nas grandes cidades.  Na grande maioria são escritos que não se entendem, e muito menos informam o que defendem. Resumindo: não há objetivos claros, muito menos arte, são prejuízos ao patrimônio.

Atualidade
Na última Quinta-feira, acompanhando o movimento pela televisão, percebo que mais uma vez a mídia se aproveitou para mostrar detalhes do que vem ocorrendo no Brasil, chego à seguinte conclusão: O cidadão está fazendo pichações em sua Pátria.  Mas espero que meu pensamento esteja totalmente errado. A mídia mostra os movimentos fazendo questão de informar que não tem partido e manifestantes com bandeiras de partidos, sindicatos e associações sendo banidos dos movimentos.  Porém, as pichações e depredações por onde passam deixam as marcas. Se agora estão queimando bandeiras de partidos e sindicatos, logo mais será a bandeira do Brasil. Assim como estão fazendo com o nosso patrimônio.

Acéfalo
Ora amigos, sabemos que em uma democracia o mais importante para o povo são os partidos, o voto, os políticos, assim como os sindicatos, associações de classe e seus representantes, se não, esta não se caracterizaria como tal, mas sim como anarquia ou como ditadura. No entanto, alguns fatos que vemos nesses dias estão muito mais próximos da baderna do que da construção de um Estado novo, limpo e dedicado ao povo. Por exemplo, os que se escondem atrás de máscaras para fazer parte destes movimentos e depois praticarem atos de vandalismo, destruindo o patrimônio privado e público, a meu ver, se comparam ao eleitor que no dia da eleição vota nulo.

Este filme eu já assisti
Os eleitores mais novos não se lembram, mas este filme já foi visto. O Brasil fez, na década de 80, o movimento “Diretas já”: o povo foi para as ruas e a mídia aproveitou o momento para apresentar um salvador da pátria e utilizou de todas as formas Fernando Collor como o melhor para o Brasil, “O eliminador dos Marajás”.  Uma minoria esclarecida fez campanha contra, cantou a bola, “não vai dar certo: Collor saiu da Ditadura e pertence à elite de Alagoas”. O povo achava que a minoria estava errada.  A rede Globo e outras mídias venceram. A continuação da Historia todos conhecem...

O povo mais uma vez perdeu. Collor não eliminou Marajás, não derrubou a inflação. Pelo contrário: confiscou a poupança, principalmente do trabalhador. E o povo que foi às ruas pelas “Diretas Já” mais uma vez ficou esquecido.  Naquela época, a mídia tomou conta dos movimentos dizendo que o que estava em jogo era o país. Logo em seguida veio o movimento Neoliberal. Fechou empresas, Escolas e faculdades foram reduzidas e chegou a se falar em privatizar o ensino Superior. O patrimônio público foi Dizimado e empresas foram vendidas a preço de bananas internamente e para Capital Externo.

Nova onda
O que está ocorrendo agora: a mesma situação. Estão defendendo que o movimento é para o bem do Brasil. Ora amigos tem cartazes de todo tipo, alguns chega ao absurdo  e não permitem que bandeiras seja levantadas. Discordo totalmente, afinal, movimento sem objetivo dá à mídia, outra vez, a chance de se aproveitar e, assim, o povo vai continuar na pior.

Os Políticos
Vejamos: se os primeiros movimentos foram iniciados em Natal por partidos, estudantes e sindicatos, por que não continuar? Todos nós que somos trabalhadores geralmente pertencemos a um sindicato, a uma associação de bairros, e muitos até são filiados a partidos. Por qual razão não quero que meu sindicato não esteja representado nos movimentos? Outro detalhe que poucos perceberam: este movimento cresceu em um ano que não tem eleição. Cuidado, neste momento os políticos não apareceram  ou se apresentaram. Lembre-se são eles que ainda criam e modificam as leis. Mas todos nós sabemos que no próximo ano aqueles que nada fazem ou fizeram pelo povo estarão lá como candidatos, dizendo que lhe representará quando eleito. E por que não está lhe representado agora? Como ele vai nos defender se nem nos movimentos eles participaram? Resumindo, o povo Brasileiro mais uma vez é tangido pelos gritos da mídia brasileira.

E para pensar: Fique atento, pela primeira vez, na quinta feira a rede Globo desistiu de apresentar as novelas  antes do Jornal nacional para exibir este movimento. Muito estranho.


Para pensar²: Toda esta destruição será paga por nós, trabalhadores. Afinal de contas, dos impostos o trabalhador não ficará de fora.